sábado, maio 28, 2022

Acervo de caminhões antigos conta trajetória de família

Você gosta de visitar locais que contam histórias? E quando a história envolve caminhões? Quem é apaixonado por veículos aprecia exposições e acervos de caminhões antigos, ainda mais quando a história conta a trajetória de uma família.

É o caso de José Fernando Fagundes que possui o Espaço Fagundes, uma espécie de museu na sede  da Fagundes Construção e Mineração, onde guarda essas relíquias. Durante a entrega dos caminhões extrapesados Arocs, aproveitamos para visitá-lo. “O espaço aqui conta um pouco da história do início na década de 70 com meu pai e passa até os dias atuais, na Fagundes construção e mineração”.

Assista a entrega da primeira unidade do novo Arocs 8×4 e de três motorhomes feitos chassis de Acrtros à Fagundes em matéria do Pé na Estrada.

Espaço Fagundes- acervo de caminhões anntigos
Entrada do Espaço Fagundes, local onde a família expõe o acervo de caminhões e veículos antigos da família.
Foto: Divulgação/ Mercedes-Benz

Na entrada encontramos um totem digital com toda a história da família e da empresa e fotos de diversas, incluindo a dos veículos expostos. No salão, além dos carros, encontramos quadros com fotos do fundador, de seus carros e dos caminhões usados desde o início das atividades. 

Totem digital com a história da família
Totem digital com fotos e a história da família Fagundes.
Quadro com história da Fagundes
Primeiras frotas de caminhões usadas pela Fagundes na mineração e construção.
Foto: Divulgação/ Mercedes-Benz
Caminhões antigos
Frota de caminhões usadas no início das atividades da Fagundes Construção e Mineração.
Foto: Divulgação/ Mercedes-Benz

 

 

Caminhões antigos que contam histórias

O empresário conta que o avô paterno comprou um caminhão, com o qual acabou sofrendo um acidente em uma das viagens. O evento acarretou a morte de um amigo e a perda de seu patrimônio e isso fez ele se tornasse alcoólatra.  O alcoolismo piorou ainda mais a condição financeira da família.

Após o falecimento do marido, em decorrência de um câncer, a avó assumiu os negócios em uma terra que na época era alugada “Metade da casa era de chão batido e metade de assoalho de madeira”, conta José Fernando. No entanto, os donos da propriedade pediram que ela [a avó] desocupasse o local ou comprasse. Ela decidiu comprar e se comprometeu a pagar com a própria terra e o trabalho dos filhos.

Ela conseguiu comprar a terra antes do tempo estipulado mas, 19 anos depois, um dos filhos, por acaso José Alencar Fagundes, pai de José Fernando, resolveu seguir outro rumo “Meu pai falou: “Eu não aguento mais esse trabalho aqui na roça, quero comprar e vender, quero empreender”. Dessa forma, o pai do empresário foi trabalhar como servente em um posto de gasolina e como parte do pagamento recebia aula de direção.

Em seguida, comprou sua primeira caminhonete, uma Ford 1946 com motor fundido. Enquanto aprendia a dirigir, aguardava o conserto. E foi com esse veículo que o agricultor comprava produtos agrícolas no interior para vender na cidade. Depois veio a aquisição de um Chevrolet Brasil 1963 que, juntamente com um produto agrícola, começou a vender lenha.

 

Ford 1946 do acervo de caminhões antigos
Caminhonete Ford 1946, o primeiro veículo do pai de José Fernando Fagundes
Foto: Divulgação/ Mercedes-Benz
Ford 1946 do acervo de caminhões antigos
Caminhão Chevrolet 1963 usado para atividades agrícolas e transporte de lenha.
Foto: Divulgação/ Mercedes-Benz

Carregadeiras e carros também compõem o acervo da família

Tempos depois surgiu a oportunidade de fazer um transporte de areia para a construção de um filtro da barragem de Caxias do Sul, no Rio Grande do Norte. Para a demanda, o patriarca comprou uma carregadeira 1970, depois fez a importação da 1974. E foi com o caminhão Mercedes-Benz 1313 que ele deu início as atividades da Fagundes em 1985.

Trator parte do acervo da Fagundes Construtora e Mineradora
Carregadeira 1970 parte do acervo da Fagundes Construção e Mineração Foto: Divulgação/ Mercedes-Benz
Trator parte do acervo da Fagundes Construtora e Mineradora
Carregadeira 1974 que faz parte do acervo da Fagundes Construção e Mineração
Caminhões antigos
Caminhão Mercedes-Benz 1313, de 1983, um marco para o início da Construtora e Mineradora fundada em 1985
Foto: Divulgação/ Mercedes-Benz

Além do acervo de caminhões antigos que contam a história da família, o “museu familiar” abriga um fusca, presente do pai de Fernando ao primeiro funcionário da empresa, e uma caminhonete, que foi o último veículo usado por seu pai. Carregadeiras usadas no início das operações da construtora também estão expostas no Espaço Fagundes. 

Pais de José Fernando
José Alencar Fagundes e Nelsi Fagundes, pais de José Fernando Fagundes que está em cima do carro
carro brasília
Brasília 1978 que faz parte do acervo de veículos da família Fagundes
Foto: Divulgação/ Mercedes-Benz
Fusca 1994
O Fusca 1994, presente de José Alencar Fernandes ao primeiro funcionário da construtora
Foto: Divulgação/ Mercedes-Benz
Caminhões antigos
O último carro usado por José Afonso Fagundes
Foto: Divulgação/ Mercedes-Benz

Por Jacqueline Maria da Silva 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados