quinta-feira, junho 20, 2024

Anfavea apresenta números de dezembro e projeta o ano de 2023. Confira as análises

A Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) apresentou seu último balanço do ano de 2022, com os números do mês de dezembro, além das projeções e expectativas para 2023. As análises apontam números negativos em produção e exportação. Em contrapartida, as vendas de veículos fecharam o ano em alta. 

Veja abaixo os dados de dezembro e as projeções para o ano que se inicia.

Produção, Vendas e Exportação em dezembro

  • Balanço de Dez/22

Em relação às análises mensais, na comparação de dezembro com novembro, a produção de 191,5 mil autoveículos foi 11,3% menor e as exportações fecharam em queda de 28,1%, sendo 31,2% mil veículos enviados ao exterior. Já os emplacamentos fecharam dezembro com alta de 6,3%, graças à comercialização de 216,9 mil unidades no mês. 

Como consequência, a análise com dezembro de 2021 apontou quedas em produção (-9,2%) e exportação (-28,1%). Em contrapartida, os números de vendas obtiveram crescimento (+4,8%), fechando a análise de forma positiva.

Balanço do Ano
Divulgação: Anfavea
  • Balanço do Ano

Como foi visto nos dados acima, os números de dezembro apresentaram queda em relação à produção e exportação. Mas mesmo com essa baixa, a Associação demonstrou estar satisfeita com os números gerais de 2022, se comparados a 2021. Ao todo, houve crescimento de 27,8% nas exportações de veículos e de 5,4% na produção. Já as vendas obtiveram queda de 0,7%.

Balanço do Ano
Divulgação: Anfavea

Vendas de Caminhões Elétricos e a Gás fecha ano em alta

Recuperando-se da queda em novembro, os veículos movidos a combustíveis alternativos fecharam dezembro em alta. As comercializações de caminhões e ônibus elétricos ou a gás encerrou o mês com 101 veículos comercializados, com um dos melhores desempenhos do ano. 

Como já destacamos em análises anteriores, 2022 se encerrou como o melhor ano em relação a vendas de caminhões e ônibus elétricos e a gás com 1.105 veículos emplacados.

Vendas de Caminhões Elétricos e a Gás fecha ano em alta
Divulgação: Anfavea

Expectativas para 2023

  • Agenda Prioritária

A Anfavea destacou que tem como agenda prioritária diversos pontos bastantes discutidos nos últimos meses, como a descarbonização de veículos, com a chegada de novas tecnologias como o Proconve P8 (Euro 6), o aumento das vendas de veículos movidos a energias limpas e a renovação da frota no país com o Programa Renovar.

Agenda Prioritária
Divulgação: Anfavea

Questões em relação a reduções de custo e novos acordos comerciais também foram destacados pela Associação. De acordo com o Presidente da ANFAVEA, Márcio de Lima Leite, o Brasil tem uma série de lições de casa a serem feitas para que o mercado deixe de “andar de lado” como nos últimos anos:

“A questão do crédito é o tema mais urgente a ser atacado. Precisamos de juros mais baixos para atrair mais compradores para os veículos novos, sobretudo os modelos de entrada. Além disso, temas como a reindustrialização e a descarbonização nos impõem desafios e oportunidades.” 

Leite ainda ressaltou a importância de ter um bom relacionamento com o novo governo para um maior crescimento do setor e mais investimentos em infraestrutura:

“Vamos continuar mantendo o diálogo com os novos governantes em nível federal e estadual, além dos parlamentares, de forma a contribuir para o fortalecimento da nossa indústria ante uma conjuntura global cada vez mais competitiva”.

  • Projeções para o ano

Produção: Para 2023, a expectativa é de um aumento de 2,2% na produção de veículos, com 2,42 milhões de unidades. A Anfavea estima alta de 4,2% para a fabricação de automóveis e comerciais leves e queda de 20,4% para caminhões e ônibus. De acordo com a Associação, o segmento de pesados deverá ser impactado pela mudança da regra de emissões para o Proconve P8, devido a um “inevitável” reajuste de preços dos veículos.

Vendas: Neste ano, a entidade projeta vendas de 2,17 milhões de veículos, totalizando uma elevação 3% sobre 2021, com os veículos leves puxando o número, com elevação estimada em 4,1%, ante queda de 11,1% dos pesados.

Exportação: Por fim, após um bom desempenho em 2022, a expectativa da Anfavea é de ligeira queda de 2,9% nas exportações de veículos brasileiros, sendo estimados um envio de 467 mil unidades ao exterior.

Projeções para o ano
Divulgação: Anfavea

Veja Também: Com números positivos na produção, vendas e exportação, Anfavea apresenta os balanços de novembro

Por Daniel Santana com informações da Anfavea

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados