quarta-feira, julho 17, 2024

Começa a duplicação de trecho de 25 km na Rodovia dos Imigrantes (BR-070)

Começaram no final da semana passada as obras de duplicação na Rodovia dos Imigrantes, na BR-070, trecho concedido, fiscalizado e regulado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) à Nova Rota do Oeste. O diretor-geral da ANTT, Rafael Vitale, participou da cerimônia de lançamento e assinatura da Ordem de Serviço do Lote I e da autorização de contratação do Lote II.

 

O que será feito nessas obras?

A rodovia contorna as cidades de Cuiabá e Várzea Grande. Além de ser um dos pontos mais esperados do programa de concessões do Estado do Mato Grosso. 

O investimento é de R$600 milhões e também prevê a recuperação da pista antiga, a construção de cinco viadutos, pistas marginais, retornos em nível, acesso estruturado à comunidade de Bonsucesso e a duplicação da ponte sobre o Rio Cuiabá. Também participaram da cerimônia o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes. Como o presidente do Conselho de Administração da Concessionária, Cidinho Santos, e representantes da comunidade local.

Essa é a terceira frente de duplicação desde que o Governo de Mato Grosso, por meio da MT PAR, assumiu a Nova Rota do Oeste, seguindo o cronograma de prioridades do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com a ANTT. O projeto inclui soluções significativas para pontos críticos, como a transposição centro-bairro nas regiões de São Mateus (Avenida Filinto Muller), Capão Grande e Praia Grande.

“Nesse trecho, vamos duplicar 25km na travessia urbana do Distrito Industrial. Tem muitas indústrias em volta, tráfego intenso, vias marginais e cinco dispositivos completos. Ao final do projeto, vai melhorar muito a mobilidade da região e a trafegabilidade da rodovia, reduzindo acidentes e melhorando a vida dos mato-grossenses”, destacou Vitale.

Também serão implementadas melhorias no entroncamento de acesso a Santo Antônio do Leverger e ao tradicional distrito de Bonsucesso. Adicionalmente, 5,5 quilômetros de vias marginais serão construídos para facilitar o comércio e os serviços na travessia urbana de Várzea Grande.

 

Projetos para o Lote l e ll

Lote I: Cuiabá a Várzea Grande – ordem de serviço de R$302 milhões assinada para um trecho de 16,3 quilômetros, entre o km 495,9 (Cuiabá) e o km 512,2 (Várzea Grande), incluindo a ponte sobre o Rio Cuiabá. O prazo para conclusão deste trecho é de 18 meses.

Lote II: Segmento urbano de Várzea Grande – compreende do km 512,2 ao km 524 da BR-070, no Trevo do Lagarto. A contratação da empresa construtora foi autorizada e formalizada, com expectativa de conclusão do processo no segundo semestre. Este lote, orçado em R$298 milhões, demandou mais tempo de discussão devido à complexidade do segmento urbano de Várzea Grande.

 

Veja também: CCR ViaOeste entrega novo acesso a Osasco na Rodovia Castello Branco

 

Por Thaís Corrêa, com informações da ANTT

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados