quarta-feira, junho 19, 2024

Pesquisa vai ouvir caminhoneiros sobre Pontos de Parada e Descanso

A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) e a CNTA (Confederação Nacional dos Transportes Autônomos) realizarão uma pesquisa este mês para saber dos caminhoneiros o que é necessário melhorar nos PPDs (Pontos de Parada e Descanso). A ideia é coletar estas opiniões para transformar em melhorias, pois muitas paradas não atendem completamente às necessidades dos usuários. 

Conforme a Lei 13.103/2015, os motoristas têm direito a esse descanso. Sendo assim, as rodovias deveriam dispor desses pontos para que os viajantes estejam descansados na direção, evitando acidentes, muitas vezes fatais. 

A pesquisa, que questionará os caminhoneiros sobre suas necessidades e preocupações em relação aos PPDs, é uma excelente maneira de coletar informações diretamente dos usuários para direcionar as melhorias. Tópicos como alimentação acessível, espaços para descanso, instalações sanitárias adequadas (incluindo as femininas e fraldários), água potável e outros serviços são de extrema importância. 

 

O que os caminhoneiros precisam que melhore nos PPDs?

Para Arthur Lopes, 25 anos, um jovem caminhoneiro, muitas paradas funcionam nas rodovias, mas precisam de mais atenção das empresas. 

“Eu vejo que até tem as paradas, mas faltam serviços como a alimentação acessível  e há poucas vagas. Talvez uma franquia de restaurantes que tenha convênio ou desconto na comida já seria o suficiente; isso quando você acha uma vaga, pois estão lotadas (as paradas). Além das melhorias, seria legal uma campanha para que o pessoal mantenha o ambiente limpo e preservado, pois há vandalismo dos próprios caminhoneiros com o espaço, alguns até furtam as tampas dos sanitários”. 

No caso dele, por ser um motorista autônomo, ele explica que paradas como postos de combustíveis são para caminhoneiros de empresas que reservam o lugar. Além disso, as áreas de descanso fornecidas pelas concessionárias ainda são poucas. Sendo assim, o espaço privado como o de postos serve para comer e tomar banho, por exemplo, tendo que encontrar outro lugar para dormir. Ou seja, quem está por conta própria tem ainda mais dificuldade para encontrar pontos de paradas que os acolham. 

Lembrando que essa iniciativa não é apenas um formulário de opinião, e sim realmente uma pesquisa de campo que indique o que deve ser feito para ajudar aqueles que frequentemente utilizam os Pontos de Parada e Descanso entre as viagens. Essa é uma ótima oportunidade para auxiliar a ANTT e a CNTA a deixar esses pontos mais seguros e confortáveis. 

A pesquisa terá duas fases. A primeira será uma ação piloto, que acontecerá neste mês no estado do Paraná, no dia 06 de novembro. A segunda será a definitiva, que deve ser realizada também neste mês e, provavelmente, no mês de dezembro, coletando as opiniões dos estradeiros, como Arthur, que desejam mais atenção nesses pontos das paradas de descanso. 

 

Por Thaís Corrêa

4 COMENTÁRIOS

  1. Boa tarde
    Sou estradeiro e preciso um canto de apoio com segurança tanto para o motorista quanto para caminhão e a carga com vigilante através de câmaras e aquele que por ventura venha fazer qualquer coisa errada perderá o direito de para em qualquer canto de descanso. Banheiro limpo , restaurante a preço popular banho a custa simbólico. Isso e fácil basta usar CPF do motorista. Cadastrar o mesmo.

  2. Boa tarde a todos na minha opinião falta muitos pontos de descanso principalmente nas maiores rodovias via Dutra pedágio caro não tem área de descanso lembrando que posto de gasolina é área de serviço e somente para cliente precisamos de local seguro banheiros, lavanderia, lanchonete etc.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados