quarta-feira, maio 25, 2022

Você sabe economizar combustível? Veja as dicas

Em janeiro o preço médio do diesel comum no brasil era de R$5,49, fevereiro nem acabou e ele já está custando R$5.58, segundo o resumo mensal da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT). A pergunta é: você sabe economizar combustível? Veja dicas abaixo.

Mitos e verdades sobre como caminhoneiros podem economizar combustível

Entrevistamos alguns caminhoneiros para saber quais medidas eles têm adotado para economizar combustível. Levamos essas dúvidas para Clayton Barcelos Zabeu, professor e pesquisador na área de propulsão veicular e motores no Instituto Mauá de Tecnologia. O resultado você confere no texto abaixo.

Andar dentro limite da via pode economizar combustível?

O caminhoneiro Renato de Souza Siqueira roda dentro do limite da velocidade da via. Por exemplo, se está sinalizado a marca de 90 km/hora, ele respeita o parâmetro. Ele garante que a estratégia economiza combustível, assim como afirma que acelerar aumenta o consumo também.

Renato tem razão em sua colocação, pois de acordo com o especialista, menores velocidade de um veículo exigem menos esforços, o chamado torque, para fazer o carro se deslocar. Logo, pode haver uma tendência ao menor ao consumo de combustível quando o condutor respeita o limite da via. 

Muitos motoristas que escolhem acelerar adotam essa prática para entregar a carga mais rápido. Entretanto, além dos riscos à segurança, existe aumento de consumo, que pode anular qualquer ganho com a rapidez. “Em uma estrada plana, o gasto de combustível por quilometro rodado pode ser maior andando a 100km do que a 80”, exemplifica.  

O pesquisador recomenda andar dentro do limite estipulado pelo fabricante do caminhão e monitorar a velocidade pelo conta giro como veremos a seguir. 

Desligar o motor em paradas e congestionamento?

Laudir José de Andrade, conhecido como Madruga, costuma desligar o caminhão em filas paradas como as do pedágio, em pátios ou quando se depara com congestionamento. “O máximo que eu deixo são 4 minutos e já desligo para economizar diesel”, esclarece o motorista.

O especialista explica que se o veículo ficar parado por longos períodos de tempo com o motor ligado, pode consumir combustível inutilmente. A não ser que o motorista queira arcar com o custo para manter um ar condicionado funcionando, por exemplo.

No entanto, ele aponta que ligar e desligar o motor diversas vezes também pode causar aumento no consumo, pois ao dar partida no veículo, uma quantidade maior de combustível precisa ser injetada no motor. Ele recomenda manter a marcha lenta para que o motor fique estabilizado quando estiver diante de congestionamentos, nos quais o anda e para é muito frequente.

Ainda assim, ele orienta cautela, pois se o veículo não for projetado para sofrer este tipo de ação, o condutor pode economizar combustível a curto prazo, mas gastar com outros componentes a longo. “A bateria vai sofrer mais porque os ciclos de carga e descarga da bateria podem ser abreviados e você vai ter que troca a bateria mais cedo. E outros componentes do motor poderão sofrer desgastes prematuros”.

Com relação ao tempo que o motor pode permanecer ligado em um congestionamento ou paralisação até começar a ter um gasto considerável, Clayton explica que não existe um tempo fixo ou valor de referência para ficar ligado ou desligado. Isso porque depende de diversos fatores como a variação de caminhão para caminhão, da condição em que o caminhoneiro está, da calibração do motor, entre outros fatores. 

caminhoneiro
Laudir José de Andrade desliga o motor durante congestionamento para economizar combustível

Rodar em dias de calor excessivo?

Marco Antônio Wengrzynek, de Francisco Beltrão, Paraná, prefere dirigir quando a temperatura está amena, pois acredita que o calor em excesso contribui para um maior consumo do diesel.

De acordo com Clayton, a temperatura, mesmo que alta, não é suficiente para aumentar o gasto de diesel porque os motores estão preparados para trabalhar em altas temperaturas de até 45 graus.

O que pode acontecer é que, somado à uma situação em que o veículo está submetido a uma condição extrema, esse pode ser um fator que amplia o consumo. Por exemplo, subindo a serra de Santos, em um dia extremante quente, com um congestionamento.

Nesse caso, o veículo aciona formas que o permitam trabalhar em uma condição não ótima, mas que preserve o motor.  No entanto, estas estratégias de proteção do motor podem incluir um aumento no gasto do combustível.

motorista no volante
Para evita gasto excessivo do diesel Marco Antônio Wengrzynek roda em horários de clima ameno

Como caminhoneiros podem identificar o gasto de combustível?

O Renato de Souza Siqueira tenta economizar diesel monitorando a relação velocidade média/ consumo pelo conta giro do caminhão, mantendo no E de econômico.

Clayton explica que nos sistemas mais antigos, o motorista pode se guiar pelo conta giro, pois a faixa indicada pelo sistema é a mais segura para o motor, tanto para controlar o gasto de combustível como para proteger o equipamento de danos. Além disso, ele aponta que nos veículos modernos já tem a indicação de um econômetro, que mostra quantos quilometro o automóvel faz por litro.

Ainda, frotas grandes têm sistemas que fazem essa medição de consumo pra otimização. “São sistemas que podem ser integrados a um caminhão, medindo a vazão de combustível, medindo a distância percorrida pra que o gestor da frota consiga ver se tem algum veículo que está fora do que se esperaria”.

Existem caminhões que consomem mais diesel?

Segundo o especialista, a questão não é se existem caminhões que consomem mais ou menos combustível. A grande questão é o uso apropriado do aparelho, que muitas vezes não segue a funcionalidade para o qual foi designada, fazendo com que o gasto excessivo com combustível seja uma das consequências.

“Se eu pegar um cavalo mecânico que foi projetado para trabalhar majoritariamente rodoviário e tentar colocar ele em uma mina, com uma relação de transmissão elevada, com cambio longo, então ele não vai ser adequado e, portanto, vai trabalhar em uma condição fora do ótimo”. 

Ele alerta que, quando o motor trabalha fora da sua região ótima, pode sofrer danos. Os veículos modernos são desenvolvidos com tecnologias que protegem dos eventuais danos causados quando submetidos à situações críticas, como variação de temperatura interna e carga, por exemplo. “Existem estratégias dentro do computador dos caminhões que diminuem a potência do motor se as condições ambientais forem muito agressivas”.

Tanque do caminhão
Engenheiro mecânico sugere dicas de como caminhoneiros podem economizar combustível

O que mais consome combustível do caminhão?

O especialista pontua alguns fatores que trazem ineficiência para o motor, fazendo com que gaste mais.

  • Falta ou má manutenção do sistema de filtragem de diesel;
  • Desregulagem das bombas e bicos injetores antigos, que não são controlados eletronicamente;
  • Resistência imposta aos pneus, principalmente pela carga imposta, desalinhamento, falta de calibração de pressão;
  • Frenagem inadequada;
  • Combustível adulterado;
  • Problemas no turbo compressor como vazamentos das mangueiras, porque desperdiça energia;
  • Acelerações bruscas.

Você pode testar seus conhecimentos sobre economia de combustível no site do Pé na Estrada (clique no link)

Dicas de como economizar combustível

Segundo o engenheiro entrevistado, a melhor forma de combater o gasto de combustível é atuar nas possíveis causas, principalmente no que diz respeito a manutenção. Medidas que fazem com que o motor a diesel ganhe eficiência energética. 

  • Revisar as bombas e bicos injetores periodicamente;
  • Não exceder o peso bruto total combinado da composição do veículo;
  • Calibração e conservação dos pneus;
  • Regulagem de lona de freio;
  • Combustível de boa qualidade;
  • Alimentação do turbo compressor e interculer;
  • Conduzir o caminhão dentro da faixa ideal de consumo especifica do veículo;
  • O principal, seguir a recomendação do fabricante e usar o veículo para sua real finalidade.

De acordo com o especialista, ao seguir todas medidas de forma combinada, pode-se reduzir em até 10% o consumo.

Renato de Souza Siqueira verifica a condição dos pneus, uma das dicas para economizar combustível segundo especialista
Renato de Souza Siqueira verifica a condição dos pneus, uma das dicas para economizar combustível segundo especialista

 Uma boa noticia para os caminhoneiros

De acordo com nosso entrevistado, existe uma constante pressão sobre os fabricantes de motores, veículos e caminhões para desenvolver sistemas que reduzam emissão de gases poluentes, sobretudo o CO2. Algo que está diretamente relacionado ao consumo do combustível.

Por Jacqueline Maria da Silva 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados