segunda-feira, fevereiro 26, 2024

BR-381/MG tem leilão reagendado para 2024

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e o Ministério dos Transportes adiaram o leilão que estava marcado nesta sexta-feira, 24/11, da Concessão Rodoviária da BR-381/MG. O evento seria realizado pela B3 em São Paulo, para a concessão de 304 km entre Governador Valadares e Belo Horizonte (MG).

Por que foi cancelado?

O prazo para a entrega dos envelopes pelos proponentes terminou ao meio-dia desta terça-feira (21) e não teve respostas. O governo federal continua determinado em encontrar uma solução para modernizar e adequar a capacidade da BR-381. Essa é a terceira tentativa de leiloar o trecho. As anteriores ocorreram em 2013 e 2022.

Segundo a ANTT, será retomado o diálogo com o Tribunal de Contas da União (TCU) a fim de criar as soluções necessárias para o investimento. O Ministério dos Transportes também está trabalhando em conjunto para reposicionar o projeto e levá-lo a leilão no primeiro semestre de 2024. 

BR-381/MG, Caeté.
BR-381/MG, Caeté. Imagem: Google Maps

R$10 bilhões em investimentos

O edital prevê diversas melhorias na rodovia que ultrapassam R$10 bilhões de investimentos, com o contrato para 30 anos. Entre as benfeitorias, estão a duplicação de 134 km da rodovia; implantação de 138 km de faixas adicionais; 11 km de vias marginais; implantação de 36 travessias de pedestres; e 34 passagens de fauna. 

Estão previstas também cinco praças de pedágio na concessão da BR-381/MG: Caeté, João Monlevade, Jaraguaçu, Belo Oriente e Governador Valadares. 

As tarifas serão diferenciadas para pista simples e dupla. Haverá desconto de 5% para usuários que tiverem TAG. Além disso, o Desconto de Usuário Frequente (DUF) prevê redução progressiva na tarifa pela passagem na praça ao longo de um mês, tornando a cobrança mais justa. 

E agora?

O governo federal mostra-se bastante interessado em realizar este leilão com o edital aprovado. No entanto, estão faltando compradores que se interessem em investir com custos elevados devido à situação ruim da via. Outros motivos incluem riscos de desabamento e a desapropriação de moradias ao redor da rodovia. 

A nova data do leilão ainda não foi divulgada, mas está prevista para acontecer nos primeiros seis meses do ano. Fique atento aqui no Pé na Estrada para a divulgação do novo agendamento do leilão da BR-381/MG.

Por Thaís Corrêa com informações da ANTT

Veja também: Aprovado pela ANTT o edital de concessão da BR-381/262/MG/ES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados