quinta-feira, abril 18, 2024

Dengue nas estradas: Veja quais cuidados devem ser tomados para fugir da doença

Nos últimos meses, o aumento no número de casos de dengue vem preocupando a população brasileira. Com a evolução crescente nos registros, autoridades vêm alertando moradores para tomarem cuidados essenciais para evitar a proliferação do aedes aegypti, mosquito transmissor da doença. Concessionárias também vem conscientizando os estradeiros para se prevenir da dengue nas estradas.

Dados do Ministério da Saúde indicam que, desde o início de 2024, já foram mapeados mais de dois milhões de casos prováveis de dengue no país, com 682 óbitos confirmados.

Uma parcela desses registros está principalmente em Santa Catarina, Minas Gerais e Rio de Janeiro, três dos sete estados que decretaram emergência epidemiológica e têm rodovias administradas pela Arteris, concessionária que vem tomando ações para obter uma diminuição dos casos.

A conscientização dos estradeiros

Conscientização nas estradas
Divulgação: Arteris

A concessionária destaca que 1.917 pneus usados recolhidos ao longo dos 3.200 quilômetros de rodovias sob concessão, o que evita o acúmulo de água parada e a proliferação do transmissor do vírus. Nos últimos cinco anos, foram 135.972 pneus inteiros e ressolagens recolhidos e destinados à reciclagem nas sete concessões administradas pela empresa, em cinco estados do país.

Vale destacar que a coleta de pneus e outros resíduos nas rodovias da Arteris, além de colaborar no combate à transmissão da dengue, faz parte das ações previstas na Agenda ESG da empresa para a redução de impactos ao meio ambiente. Ao enviar os materiais removidos para postos de reciclagem credenciados, há potencial redução no impacto ambiental em prol de rodovias mais sustentáveis.

Ações para evitar a proliferação da doença em casa e no trecho

Abaixo, vale destacar alguns dos exemplos dos esforços que vão ao encontro da campanha nacional “Dia D – Brasil unido contra a dengue”, realizada algumas semanas atrás pelo governo federal. Confira algumas dicas simples para evitar a proliferação da doença:

  • Na mala da viagem, não esqueça de colocar repelentes com eficácia e regularizados pela ANVISA;
  • Descarte lixo doméstico ou outros resíduos em locais apropriados para evitar a obstrução de bueiros, valas e sistemas de drenagem;
  • Examine sua casa e quintal regularmente, buscando por qualquer recipiente que possa acumular água parada, como vasos de plantas, pneus, calhas, garrafas etc;
  • Utilize larvicidas biológicos em caixas d’água, tonéis, piscinas e outros recipientes com água parada que não podem ser eliminados;
  • Aplique telas em ralos e caixas d’água para impedir a entrada do mosquito.

Logo, sabemos que a dengue está pegando forte e quem está na estrada está ainda mais exposto, pois não controla o entorno. Em nosso Canal Trucão & Toco, também apresentamos mais dicas de prevenção à doença. Então, se liga nelas, porque, se pegar a dengue, são alguns dias de molho em casa. Ninguém quer ficar parado não é mesmo?

Por Daniel Santana com informações da Arteris

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados