Jac lança furgão elétrico e afirma que “tanque cheio” sai por até R$ 30,00

Furgão elétrico Jac percorrendo Marginal Pinheiros em SP

Empenhada em se destacar no mercado de elétricos, a Jac Motors lançou o Jac E-JV 5.5. O veículo é um furgão elétrico para 800kg de carga útil que se propõe a baixar o custo médio da operação, isso porque, segundo a Jac, um “tanque cheio” pode custar apenas R$ 30,00 para rodar até 300km.

Características do veículo

O Jac E-JV 5.5 é um veículo urbano, para transporte de até 5,5 metros cúbicos e 800 kg de carga útil. Precisa apenas de CNH B para ser conduzido e pode rodar em zonas restritas a veículos pequenos. Além disso, por ser elétrico, fica livre de rodízio na cidade de São Paulo.

O “tanque” do veículo, ou seja, suas baterias têm capacidade máxima de carga de 50kWh, o que dá ao Jac E-JV 5.5 uma autonomia de até 300km. O torque máximo do furgão é de 295Nm e, diferentemente de veículos a combustão, esse torque já é alcançado na partida.

Painel do furgão elétrico da Jac Motors

O furgão da Jac conta ainda com painel que mostra velocidade e o “conta-giros” do veículo elétrico, que mostra, na verdade, o consumo de energia. Tem também a indicação “do tanque”, se está cheio, meia carga, vazio, assim como um veículo a combustão. Além do painel principal o E-JV conta com uma tela multimídia de 10,25 polegadas, que pode espelhar o celular do motorista. Além disso, ainda há o volante multifunções, que permite interações sem que o motorista tire as mãos da condução. O furgão conta ainda com ar-condicionado, direção assistida, farol diurno e Auto Hold, o sistema que não deixa o veículo voltar. Veja ficha técnica aqui.

As baterias

Plug padrão chinês para carregamento de veículos elétricos
Plug padrão chinês para carregamento AC ou DC

As tomadas para carregamento seguem o padrão chinês, o GBT. São duas possibilidades: carregamento lento pelo Wallbox (AC), que leva 6h40 para fazer de 20 a 100% de bateria e carregamento rápido (DC), que leva a 100% em 1h. A medida começa nos 20% pois não é aconselhável deixar a bateria baixar desse nível.

Se bem cuidada, a bateria, segundo a Jac, dura em torno de 4.000 ciclos, ou seja, 4.000 recarregamentos completos. Se uma pessoa precisar recarregar todos os dias do ano, isso significa que a bateria começará a perder eficiência após 11 anos. Ou seja, após 11 anos, ao invés de fazer até 300km, a autonomia baixa para 250km e assim por diante com o passar do tempo. Se considerarmos um veículo que roda a carga completa seis dias por semana, esse tempo até a perda de eficiência já salta para quase 13 anos.

E quanto custa para fazer esse carregamento?

Custos de aquisição e operação do Jac E-JV 5.5

O custo inicial dos veículos elétricos costuma ser a grande questão, pois é geralmente bem maior que os equivalente a diesel ou gasolina. No caso desse furgão, o preço nas concessionárias do Brasil será de R$ 314.900,00, mais ou menos o dobro dos equivalentes a diesel.

Furgão Jac sendo carregadoSegundo a Jac Motors, a diferença do furgão elétrico se paga no custo de operação, que é muito mais baixo. Ainda segundo a montadora, o custo médio da energia no Brasil é algo em torno de R$ 0,60 ou R$ 0,70/kWh. Como a bateria é de 50kWh, para “encher o tanque”, ou seja, carregar toda a bateria, fica algo entre R$ 30 e R$ 35. Lembrando que a autonomia é de 300km.

Além da economia com carregamento, a manutenção também costuma ser bem mais barata. São muito menos itens para trocas. Não há óleo lubrificante do motor, filtros e tantas outras partes. Com isso, são muito menos as paradas para manutenção e, quando elas acontecem, duram menos.

Entretanto, Sergio Habib, presidente da Jac Motors Brasil, esclarece que para essa diferença no preço do abastecimento se pagar, é preciso que o veículo elétrico rode pelo menos 170km por dia.

Linha completa e mais lançamentos

A montadora chinesa apostou em uma linha completa de elétricos no Brasil. O Jac iEV 1200T, para até 8,5 toneladas, é o modelo mais pesado e tem tido uma boa aceitação do mercado, inclusive com anúncio de compra de 40 unidades pela DHL. O restante da linha é de veículos menores, completada agora com o menor deles, o E-JV 5.5. Entretanto, Sergio avisa que a montadora pretende lançar mais três modelos na Fenatran. A Feira acontecerá em São Paulo, entre os dias 7 e 11 de novembro.

Por Paula Toco

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui