segunda-feira, fevereiro 26, 2024

Petrobras reduz preço do diesel em R$ 0,27 para as distribuidoras a partir de hoje (08)

A partir de hoje (08/12), a Petrobras reduzirá em R$ 0,27 por litro o preço médio de venda de diesel A para as distribuidoras, que passará a ser de R$ 3,78 por litro.

Vale destacar que a redução acumulada do combustível no ano é de R$ 0,71 por litro.

A queda nos preços do Diesel

A Petrobras destaca que, considerando a mistura obrigatória de 88% de diesel A e 12% de biodiesel para a composição do diesel comercializado nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor terá uma redução de R$ 0,24 por litro e passará a ser, em média, R$ 3,33 a cada litro vendido na bomba.

Dessa forma, o preço médio do diesel A S10 nas bombas poderá atingir o valor de R$ 5,92 por litro, considerando que o Levantamento de Preços de Combustíveis da ANP para a semana de 26/11 a 02/12/2023 indicou um valor médio de R$ 6,16 por litro.

A queda nos preços do Diesel
Imagem: PNE

A petroleira aponta que, no entanto, o valor efetivamente cobrado ao consumidor final no posto é afetado também por outros fatores como impostos, mistura de biocombustíveis e margens de lucro da distribuição e da revenda.

Dessa forma, essa estimativa tem propósito meramente referencial, mantidas constantes as demais parcelas que compuseram os preços ao consumidor naquele período. Cabem às autoridades competentes a fiscalização, autuação e penalização de práticas abusivas ou lesivas ao consumidor.

No ano, a variação acumulada do preço de venda de diesel A da Petrobras para as distribuidoras é uma redução de R$ 0,71 por litro, equivalente a 15,8%.

Sem reajustes na gasolina

Sem reajustes na gasolina
Imagem: PNE

Para a gasolina, neste momento, a Petrobras está mantendo seus preços de venda às distribuidoras estáveis, tendo em vista o último movimento realizado em 21/10, uma redução de R$ 0,12 por litro.

No ano, os preços de gasolina A da Petrobras para as distribuidoras acumulam uma redução de R$ 0,27 por litro, equivalente a 8,7%.

O que diz a Petrobras?

Em nota, a estatal afirma que o ajuste do Diesel é resultado da análise dos fundamentos dos mercados externo e interno frente à estratégia comercial da Petrobras, implementada em maio de 2023 em substituição à política de preços anterior, e que passou a incorporar parâmetros para proporcionar melhores condições de refino e logística na precificação dos combustíveis.

Veja Também: Técnico da Bosch fala sobre biodiesel – Papo de Boleia

Por Daniel Santana com informações da Agência Petrobras

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados