segunda-feira, fevereiro 26, 2024

Vendas, Produção e Exportação de Caminhões fecham novembro de 2023 em baixa. Confira os números da Anfavea

Os números da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) apontaram quedas nas vendas, produção e exportação de caminhões em novembro de 2023. A Associação, consecutivamente, vem destacando as mudanças do Proconve P8 para justificar os resultados ruins apontados pelos balanços. 

Confira os números do mês de novembro:

Produção, Vendas e Exportação em novembro

  • Balanço novembro/22 x novembro/23

Na análise entre novembro de 2022 e novembro de 2023, foram registradas baixas na fabricação de caminhões no país, com a produção de 10 mil veículos no mês, redução de 33,7%.

Em relação às vendas, 9,2 mil caminhões foram emplacados em novembro, fechando o mês com queda de 9,6% na análise com os registros de 2022, onde 10,2 mil caminhões foram vendidos.

Nas exportações de veículos, novembro registrou uma redução no envio de veículos ao exterior. Foram enviadas 24,1 mil unidades no mês, baixa de 44,6% em comparação com o mesmo período em 2022, quando o país exportou de 43,4 mil veículos.

Balanço novembro/22 x novembro/23
Divulgação: Anfavea. Arte: PNE
  • Acumulado do ano – janeiro a novembro de 2023

Nos números acumulados do ano, de janeiro a novembro, houve queda de 37,4% na produção de caminhões na comparação com o ano passado. Até o momento, foram registradas a fabricação de mais de 92,3 mil veículos em 2023.

Nas vendas de caminhões, a Associação registrou a comercialização de 97,7 mil caminhões até novembro, uma redução de 14,4% na análise com os números do ano passado, quando 114,2 mil unidades haviam sido emplacadas.

Por fim, em relação às exportações, o acumulado de 2023 registra mais de 378  mil veículos enviados ao exterior até o mês, queda de 15,9% em relação a novembro de 2022, onde as exportações haviam atingido a marca de 449,7 mil envios a países estrangeiros.

Acumulado do ano - janeiro a novembro de 2023
Divulgação: Anfavea. Arte: PNE

O que diz a Anfavea?

Em mais uma oportunidade, a Anfavea justificou os resultados de vendas e produção de caminhões levando em consideração as mudanças na vigência das emissões com a introdução do Proconve P8/Euro 6, em vigor desde o início de 2023.

No caso das exportações, a Associação destacou novamente a baixa nas vendas para a Argentina no último mês. O país é o principal mercado para o envio de veículos do Brasil ao exterior.

Vendas de Máquinas Agrícolas e Rodoviárias

Em relação às vendas de máquinas agrícolas, os números de outubro apresentaram queda de 10,9% nas comercializações, com a comercialização de 4.930 unidades no mês. Os números também foram ruins nas comercializações de máquinas rodoviárias, com a venda de 2.297 equipamentos, redução de 31,6% em comparação com outubro do ano passado.

Vendas de Máquinas Agrícolas e Rodoviárias
Divulgação: Anfavea

Vale destacar que, devido à dificuldade em registrar os números de vendas das máquinas agrícolas e rodoviárias, a Anfavea divulga os resultados com um mês de atraso.

Projeções para 2024

Com uma boa expectativa, a Anfavea estima que 2024 será melhor que o último ano em relação à produção e vendas de veículos. A Associação, de forma otimista, espera um crescimento de 30% na produção de caminhões em 2024, além de um aumento de 14% nos emplacamentos.

Quanto à exportação de veículos pesados, a Anfavea estima que os números permanecerão praticamente iguais aos deste ano, indicando uma estagnação nos resultados.

Projeções para 2024 - Anfavea
Divulgação: Anfavea. Arte: PNE

Veja Também: Quedas em vendas, produção e exportação marcam o mês de outubro. Confira os números da Anfavea

Por Daniel Santana com informações da Anfavea

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados