Senado fará audiência pública para discutir denúncias sobre condições de trabalho dos caminhoneiros. Você pode participar

Senado fará audiência pública para discutir denúncias sobre condições de trabalho dos caminhoneiros
Senado fará audiência pública para discutir denúncias sobre condições de trabalho dos caminhoneiros Foto: Edilson Rodrigues/ Agência Senado

Não é de hoje que os caminhoneiros reclamam das condições de trabalho. Recentemente, um estudo da CNTA (Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos) revelou que a categoria ganha salários médio de R$3,900 por jornadas de trabalho de 13 horas. O Senado fará nessa quinta-feira (14 de julho) uma audiência pública para discutir denúncias sobre condições de trabalho de caminhoneiros em transportadoras. Você pode participar.

Pautas da audiência

Segundo o senador Eduardo Girão (Podemos-CE), que solicitou a audiência, existem inúmeras denúncias sobre condições desumanas de trabalho por parte das transportadoras com os caminhoneiros. Dentre elas:

  • Colocação de rotas em diferentes regiões que impedem qualquer descanso. Por exemplo, nordestinos com rotas para o sul e sulistas com rotas para nordeste;
  • Motoristas que não puderam retornar para casa por três meses;
  • Troca de caminhão para que a fiscalização não identifique o excesso de horas trabalhadas;
  • Casos de xenofobia regional (preconceito contra pessoas de outra região) e mal tratamento a migrantes e imigrantes (pessoas de outros estados ou país), sobretudo nordestinos;
  • Uso do sistema de rastreamento para impedir que os motoristas passem perto de casa e possam descansar.
  • Funcionamento indevido desse sistema de rastreamento e bloqueio repentino na estrada. Com isso, os veículos pesados ficam sem resposta do freio e da direção quando estão em velocidade considerável, trazendo riscos por perda do controle do caminhão. 
Senado fará audiência pública para discutir denúncias sobre condições de trabalho dos caminhoneiros
O senador Eduardo Girão solicitou a audiência
Foto: Geraldo Magela? Agência Senado

A audiência será realizada pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa e contará com a presença de representantes dos Ministérios Público do Trabalho, e da Previdência; representantes de transportadoras e empresas de logística; motoristas; cooperativas e o coordenador de policiamento de trânsito da Polícia Rodoviária Federal. 

Como participar?

O evento ocorrerá às 9h30 e será interativo, ou seja, o caminhoneiro poderá participar enviando perguntas e comentários, que poderão ser lidos e respondidos ao vivo. Envie suas dúvidas por meio do:

→ Telefone da Ouvidoria do Senado- 0800 061 2211

→ Pelo Portal e-Cidadania (clique aqui)  

Por Jacqueline Maria da Silva com informações do Senado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui