quinta-feira, junho 20, 2024

Fabricante adapta sistema de turbo da fórmula Indy para caminhões e ônibus

A BorgWarner, fabricante de turbos, lançou no Brasil a tecnologia Ball Bearing, um sistema saído das pistas de competição para as rodovias brasileiras. Isso porque a tecnologia é usada no turbo de carros de fórmula Indy, mas foi adaptada para o motor de caminhões e ônibus de uso rodoviário.

Trata-se de uma parceria com uma empresa inglesa para a produção do modelo de turbo B70, que integra essa tecnologia. O equipamento já foi testado e nacionalizado para as necessidades rodoviárias do Brasil, de acordo com a fabricante, que começou este mês a produzi-lo na fábrica de Itatiba, no interior de São Paulo.

A projeção da empresa é que seu turbo com sistema Ball Bering já esteja no mercado no próximo ano, compondo os motores dos pesados e extrapesados. A tecnologia foi desenvolvida para atender norma PROCONVE 8/ EURO 6, que entra em vigor em Janeiro de 2023. De acordo com BorgWarner, já existem pedidos do novo turbo por montadoras de caminhões e ônibus aqui no Brasil, contudo, não especificaram quais as fabricantes parceiras.

Fabricante adapta sistema de turbo da fórmula Indy para caminhões e ônibus
Fábrica em Itatiba, no interior de São Paulo

Como funciona a tecnologia do turbo adaptado aos caminhões e ônibus?

De acordo com Luis Pinto, supervisor de engenharia da BorgWarner, o turbo é uma peça importante de um automóvel. Sua função é jogar mais ar dentro do motor e com isso aumentar sua potência. Isso tudo melhora a eficiência energética do veículo. Conforme explica, o Ball Bearing é um sistema que se diferencia dos turbos convencionais, porque substitui os mancais (elemento que serve de apoio para transmissão mecânica) por um sistema de rolamento. Sua configuração permite:

  • Melhor distribuição e quantidade de óleo para rolamento das peças;
  • Menor atrito das peças;
  • Maior capacidade de resistência ao movimento de rolamento.

Todas essas características fazem com que a turbina aumente sua velocidade em menos tempo, jogando um volume maior de ar para dentro do cilindro do motor. Quanto mais ar dentro do cilindro, mais potência e torque, só que nesse caso com uma resposta mais ágil e com rotações mais baixas do motor. O resultado é melhora da combustão com redução consumo de combustível, além de menor emissões de CO2 e maior conforto para dirigir, de acordo com a fabricante.   

Fabricante adapta sistema de turbo da fórmula Indy para caminhões e ônibus
O Ball Bearing fica localizado na parte central do turbo
Fabricante adapta sistema de turbo da fórmula Indy para caminhões e ônibus
O sistema Ball Bearing é composto por estes cilindros que deslizam entre si
Fabricante adapta sistema de turbo da fórmula Indy para caminhões e ônibus
O Engenheiro Luis Pinto ao lado do turbo adaptado para caminhões e ônibus

Por que adaptação de um turbo da formula Indy?

A BorgWarner aplica o sistema Ball Bearning nos carros de fórmula Indy desde 2012. Segundo a empresa, até final de 2019, foram computados mais de 2 milhões de quilômetros de rodagem da fórmula Indy sem nenhuma falha. Os motores desse carro de competição são submetidos à condições severas durante as corridas, assim como caminhões e ônibus pesados e extrapesados de uso rodoviário. 

A intenção foi levar a eficiência dessa turbina para os pesados e extrapesados e ajudá-los a trabalhar em uma faixa ótima de trabalho, com torque máximo e menor consumo de combustível. Além disso, dar acesso à tecnologia ao cliente final, que no ramo do transporte prioriza o consumo à performance.  

Na Europa, o sistema é aplicado aos veículos leves e de passeio também, mas no Brasil a pretensão, por hora, é investir nos caminhões e ônibus. Com relação a descarbonização, a empresa quer ampliar seu portfólio brasileiro de soluções, a eletrificação e hibridez estão incluídas. Contudo, na categoria dos pesados de uso rodoviário, a intenção é focar na migração de turbos gradualmente com foco no mercado dos biocombustíveis, assim como na demanda das montadoras e da legislação do Brasil. 

Fabricante adapta sistema de turbo da fórmula Indy para caminhões e ônibus
O turbo pesa cerca de 20 quilos e fica no motor de um caminhão
Fabricante adapta sistema de turbo da fórmula Indy para caminhões e ônibus
O turbo é uma parte importante do motor de um veículo, como de um caminhão

Para saber mais detalhes sobre o sistema Ball Bearing, ouça o episódio abaixo do Fazendo Rastros. 

Por Jacqueline Maria da Silva 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados