quinta-feira, abril 18, 2024

Ministério dos Transportes assume duplicação na BR-381/MG

O Governo Federal anunciou, nas últimas semanas, em Belo Horizonte (MG), investimentos em rodovias estratégicas. O Ministério dos Transportes assumirá as obras de duplicação de 31,4 quilômetros da BR-381/MG, no trecho que vai da capital Belo Horizonte a Caeté, na região metropolitana. 

 

Quando sairá o edital? 

O edital de licitação para o projeto e o início das obras deve ser publicado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) em abril. 

O investimento público trará uma solução mais rápida para os problemas da rodovia, além de aumentar a atratividade do ativo federal, que deve ir a leilão neste ano, podendo injetar R$10 bilhões em obras e serviços operacionais ao longo da BR. 

“Entendemos que o recurso privado tem que ter uma lógica de retorno, senão ninguém investe. Por isso, estamos melhorando o projeto e dividiremos os riscos, duplicando os lotes 8A e 8B, um dos trechos mais complexos da rodovia”, afirmou o ministro dos Transportes, Renan Filho, durante a solenidade.

 

Leilão da BR-381/MG segue sem data 

Em novembro do ano passado foi reagendado o leilão para acontecer no primeiro semestre de 2024, ainda sem data prevista. Esse leilão foi reagendado três vezes em 2013, 2022 e 2023; com esperanças do governo de ser feito este ano com as ações de investimento.

O investimento não desperta interesse dos compradores, pois ele tem custos elevados devido à situação ruim da via. Outros motivos incluem riscos de desabamento e a desapropriação de moradias ao redor da rodovia. 

“Essa iniciativa somada às melhorias previstas no projeto de concessão farão com que a BR-381 deixe de ser ‘Rodovia da Morte’ e passe a ser a ‘Rodovia da Vida’, com segurança para as pessoas e progresso para o estado”, destaca Renan Filho.

Além dos investimentos que passam de R$10 bilhões na rodovia, o edital prevê melhorias que incluem implantação de 138 km de faixas adicionais e 11 km de vias marginais. A concessão da BR-381/MG será de 304 km entre Governador Valadares e Belo Horizonte (MG).

 

Outras melhorias para Minas Gerais inclui a BR-040

Outra novidade anunciada foi a inclusão das obras de construção de dois viadutos do Anel Viário de Belo Horizonte, na BR-040/MG. 

“Isso vai reduzir o estreitamento que a cidade sofre na saída da capital, melhorando a fluidez no trânsito e, consequentemente, a vida da população”, disse Renan Filho. 

Para viabilizar as obras, foi assinado um protocolo de intenções entre o Ministério dos Transportes e a Prefeitura de Belo Horizonte, que destinará R$65,7 milhões em recursos federais para que o Executivo municipal execute os trabalhos.

Mais ações em MG:

– Previsão de investimentos de R$ 1 bilhão em 2024;

– Atingir a meta de 65% de rodovias consideradas boas, de acordo com o índice de condição da malha rodoviária (ICM) no estado;

– R$ 6 bilhões em investimentos públicos por meio do Novo PAC

– R$ 62,8 bilhões em investimentos em 11 concessões (existentes e novas)

– Projeto da BR-365/MG (Coromandel – Patos de Minas)

– Construção da BR-135/MG (Manga – Itacarambi)

– Pavimentação da BR-367/MG (Almenara – Salto da Divisa)

– Construção de três pontes na BR-356/MG

– Pavimentação da BR-265/MG (Alpinópolis – Jacuí)

– Travessia urbana da BR-440/040/MG.

 

Veja também: ANTT marca leilão da BR-040/MG para abril de 2024

 

Por Thaís Corrêa com informações do Ministério dos Transportes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados