quarta-feira, maio 25, 2022

Nova ferramenta da Carteira Digital de Trânsito vai possibilitar venda de veículos por meio digital

O Ministério da Infraestrutura anunciou uma nova funcionalidade na Carteira Digital de Trânsito (CDT), para tornar a transferência de titularidade de um veículo algo mais rápido e prático. 

Ou seja, a atualização tornará possível a concretização da compra e venda entre pessoas físicas sem a necessidade de reconhecer firma ou firmar contrato em papel, apenas pelo aplicativo e com a assinatura digital do GOV.BR.

Como funcionará a venda pelos meios digitais?

Como funcionará a venda pelos meios digitais?
Imagem: Google Play

A autorização de transferência poderá ser feita por qualquer proprietário de veículo desde que o veículo tenha documentação digital, que são os carros saídos de fábrica ou transferidos a partir do dia 4 de janeiro de 2021. Logo, o vendedor acessará o aplicativo da CDT, informará o CPF do comprador e assinará digitalmente. O comprador receberá a notificação e repetirá o processo.

Dessa forma, a autorização irá diretamente para o sistema do Governo Federal. Em seguida, basta levar o veículo para a vistoria no departamento de trânsito local e efetivar a transferência.

Para fazer a transação digitalmente, vendedores e compradores deverão ter o login qualificado no GOV.BR. Nesse sentido, o Detran onde o veículo está registrado deverá ter aderido ao novo sistema de autorização digital. Além disso, a transferência eletrônica só estará disponível para os veículos que possuem a documentação digital.

Para fazer a transação digitalmente, vendedores e compradores deverão ter o login qualificado no GOV.BR
Imagem: PNE

Desenvolvida pelo Serpro para o Ministério da Infraestrutura, por meio do Senatran, a ferramenta teve sua primeira versão lançada em agosto de 2021. Logo, ela permitia a vendas de veículos por pessoas físicas, de forma 100% digital, para estabelecimentos comerciais integrados ao Registro Nacional de Veículos em Estoque (Renave).

Por fim, vale destacar que a funcionalidade estará disponível no fim de março para todos os usuários da Carteira Digital de Trânsito.

O que diz o governo?

De acordo com o secretário Nacional de Trânsito, Frederico Carneiro, a ferramenta chega para facilitar a vida do cidadão que possui o CDT:

“É mais uma alternativa de simplificação que a Senatran está oferecendo, dentro do escopo de transformação digital do governo federal, sem custo para o cidadão que tiver a CDT. Quem fizer a transação online estará livre da taxa de reconhecimento de firma”.

Já o presidente do Serpro, Gileno Barreto, destaca que a inserção desta função no aplicativo, faz parte do processo de transformação digital do Governo Federal:

“A venda de veículos entre pessoas físicas poderá ser feita de forma 100% virtual. Tudo com muita praticidade e segurança ao cidadão, que pode assinar a autorização pelo aplicativo por meio da conta gov.br. O processo acontece em instantes, o que, antes, demorava dias e até semanas”.

Veja Também: Usuários podem acessar novas regras do CTB pela CNH digital

 

Por Daniel Santana com informações do Ministério da Infraestrutura

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados