quarta-feira, julho 17, 2024

Paralisações nas fábricas afetaram o desempenho da indústria automobilística no primeiro trimestre de 2023. Confira os números do setor de caminhões no mês de março

Em sua análise referente ao mês de março, a Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) apresentou o desempenho da indústria automobilística no primeiro trimestre de 2023.

Confira os números do trimestre e das vendas, produção e exportação no mês de março:

Números do primeiro trimestre de 2023

De acordo com a Associação, as paralisações em oito fábricas no território nacional, além de dois cancelamentos de turno, prejudicaram o desempenho do setor automotivo no primeiro trimestre. Apesar da melhora nos números em março, a produção acumulada no primeiro trimestre ainda está cerca de 50 mil unidades abaixo dos níveis pré-pandemia.

De janeiro a março foram produzidos 536 mil autoveículos, apenas 8% a mais que no início do ano passado, quando a crise dos semicondutores estava no auge. Para veículos pesados, houve redução de cerca de 30% no volume de produção.

“Nesses três primeiros meses tivemos oito paralisações de fábrica e dois cancelamentos de turno, algo semelhante às paradas verificadas no início de 2022. A diferença é que no ano passado o motivo era somente a falta de componentes, enquanto agora já há outros fatores provocando férias coletivas, como o resfriamento da demanda”, explicou Márcio de Lima Leite, Presidente da Anfavea.

Divulgação: Anfavea
Divulgação: Anfavea

Em relação às comercializações, nos três primeiros meses de 2023, o mercado registrou 472 mil emplacamentos, com destaque para o mês de março, com 199 mil veículos vendidos. Já nas exportações, houve uma elevação de 3 mil unidades enviadas ao exterior na comparação com o primeiro trimestre de 2022. Ao todo, foram 111 mil exportações entre janeiro e março deste ano.

A Associação também destacou o aumento das estruturas para eletrificação de veículos nos primeiros meses de 2023 e a chegada de novas tecnologias de propulsão, como o Proconve P8/Euro 6 para os caminhões.

Produção, Vendas e Exportação em março

  • Balanço de Mar/23

Na comparação com março do ano passado, foi possível observar baixa de 8,9% na produção, com a fabricação de 12,3 mil veículos no país. Em relação à comercialização de caminhões, assim como em fevereiro, foi observada uma estagnação dos números, com a venda de 10,1 mil unidades no mês, sendo o mesmo que o registrado em março de 2022.

Em contrapartida, foi registrada alta nas exportações de autoveículos com o envio de 44,7 mil unidades ao exterior, totalizando uma elevação de 14,8% na análise com março do ano passado.

Produção, Vendas e Exportação em março
Divulgação: Anfavea
  • Vendas de Caminhões Elétricos e a Gás

Em relação aos caminhões e ônibus elétricos e a gás, foram 44 unidades movidas a combustíveis alternativos em março, sendo 46 veículos a menos do que no mês anterior, com uma baixa de 51,1%. Neste ano de 2023, 169 veículos foram comercializados até o momento. Na comparação com março de 2022, a queda foi de 61,1%.

Vendas de Caminhões Elétricos e a Gás
Divulgação: Anfavea
  • Vendas de Máquinas Agrícolas e Rodoviárias

Na comercialização de máquinas agrícolas e rodoviárias foram registradas baixas em ambas as categorias. Os equipamentos agrícolas encerraram o mês com 4.485 unidades vendidas, representando uma queda de 22,3% em relação a fevereiro do ano passado.

Já no caso das máquinas rodoviárias, o cenário foi semelhante. Com a venda de 2.101 equipamentos, o setor registrou uma queda de 23,7% na comparação com o mesmo período de 2022.

Vendas de Máquinas Agrícolas e Rodoviárias
Divulgação: Anfavea

Veja Também: Quedas na produção e exportação de caminhões marcam o mês de fevereiro

Por Daniel Santana com informações da Anfavea

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados