quarta-feira, julho 6, 2022

Aprovado ato de outorga para exploração da BR-163/230/MT/PA

A ANTT aprovou nessa quinta-feira (31/3) o ato de outorga para exploração da BR-163/230/MT/PA pela Via Brasil BR163 Concessionária de Rodovias S.A. Dessa forma, o próximo passo é a assinatura do contrato, que está prevista para hoje (1º/4).

Além disso, após o voto-vista do diretor-geral da ANTT, Rafael Vitale, a emissão do ato de outorga foi aprovada por unanimidade e, com isso, a assinatura do contrato deve acontecer ainda hoje.

O contrato de concessão

Imagem fotografada no km 916 da BR-163, no estado de Mato Grosso
Imagem: PNE

Principal corredor logístico para o escoamento de grãos do Centro-Oeste, a BR-163 receberá cerca de R$ 2 bilhões em investimentos após a concessão da rodovia para a iniciativa privada. Logo, o trecho que liga Sinop (MT) e Miritituba (PA), será administrado nos próximos 10 anos pelo consórcio Via Brasil 163. A concessionária irá gerir os 1.009,52 quilômetros do corredor.

Noticiamos recentemente sobre as ações do Ministério da Infraestrutura sobre a concessão da BR-163 em nosso podcast “Fazendo Rastros”. Clique no player abaixo:

As melhorias recentes e as expectativas do governo

Em 2020, já tinham sido entregues dois contornos rodoviários, um em Juscimeira e outro em São Pedro da Cipa, além de um novo posto da Polícia Rodoviária Federal no km 388, na saída de Cuiabá em direção a Rondonópolis.

De acordo com o Ministério, as principais melhorias na BR-163 devem ocorrer até o quinto ano da concessão, em 2026, como a implantação de faixas adicionais, vias marginais e acostamentos, e, principalmente, acessos definitivos aos terminais portuários de Miritituba, Santarenzinho e Itapacurá, agilizando o transbordo da carga na hidrovia de Tapajós.

Como era a BR-163?

Há alguns anos, a BR-163 era considerada intrafegável. A falta de pavimentação no trecho inviabilizava o acesso de caminhões na região. Nesse sentido, caminhoneiros chegaram a relatar que demoravam até 10 dias para concluir uma viagem na BR-163. Veja mais na matéria abaixo:

Veja Também: Governo conclui duplicação da BR-163/364/MT após oito anos de obras

Por Daniel Santana com informações da ANTT e do Ministério da Infraestrutura

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados