Distribuidoras de combustíveis investem em eletropostos de carga rápida de veículos elétricos

Distribuidoras de combustíveis investem em Eletropostos de carga rápida de veículos elétricos
Imagem: PNE

Com o avanço da eletrificação no Brasil, empresas de distribuição de combustíveis, como Shell e Petrobras, estão iniciando a inclusão dos eletropostos de carga rápida no país. As empresas possuem um planejamento avançado e já pensam em uma grande expansão de postos para veículos elétricos até o fim de 2023.

Nos últimos meses, você tem acompanhado aqui no Pé Na Estrada a expansão dos elétricos no Brasil e no mundo. De automóveis pequenos a caminhões pesados, a inserção de veículos movidos a energias renováveis vem se expandindo no país. A instalação e planos de expansão de eletropostos no país é um sinal dessa evolução.

O Shell Recharge

A Shell, juntamente com a Raízen, inaugurou recentemente o primeiro eletroposto de carga rápida para carros elétricos em São Paulo. Com potência de 50 kW, a estrutura fica em um posto localizado na zona Norte, nas proximidades da Marginal Tietê.

Segundo informações do Jornal do Carro, o carregador cobra uma tarifa de R$ 1,95 por kWh, permitindo a realização da recarga completa de um veículo elétrico com bateria de 40 kWh por R$ 78. De acordo com a Raízen, o valor é 50% menor na comparação com os combustíveis tradicionais. Ainda segundo o Jornal do Carro, no mesmo posto, o litro do etanol, por exemplo, custava R$ 4,39, enquanto o litro da gasolina custava R$ 6,69.

O Shell Recharge
Divulgação: Shell

Além desse, a meta da distribuidora é inaugurar mais 34 estações do Shell Recharge na região Sudeste do país até março do ano que vem, com potências de 50 kW até 150 kW, onde o carregamento poderá ser feito em até 35 minutos, com a cobrança sendo feita pelo aplicativo da startup Tupinambá.

A empresa surgiu como um aplicativo que auxiliava os condutores de elétricos a encontrarem estações de recargas mais próximas. Atualmente, a Tupinambá opera uma rede própria de carregamento com 150 postos, onde metade deles já realiza cobranças pela recarga. Dessa forma, com o início das operações da Shell, a empresa passa a realizar a cobrança do carregamento rápido por meio do app no smartphone. Basta cadastrar um cartão de crédito válido no aplicativo para a liberação da recarga.

A recarga elétrica “ultrarrápida” da Vibra

A recarga elétrica “ultrarrápida” da Vibra
Divulgação: Vibra

Já a Vibra Combustíveis, maior distribuidora de combustíveis do país, inaugurou na última quinta-feira (30) o seu primeiro posto para recarga ultrarrápida de veículos elétricos no país.

A estrutura se encontra no km 82 da Rodovia Presidente Dutra, na cidade de Roseira, interior de São Paulo, e conta com três pontos para a realização da recarga. De acordo com a Vibra, a potência máxima de saída dos plugues sai de 150 kW em corrente contínua e 43 kW em corrente alternada, o que pode proporcionar o carregamento de aproximadamente 80% da bateria em pouco mais de 20 minutos.

Segundo informações da empresa, o projeto da distribuidora é investir cerca de 50 milhões de reais com a instalação de 70 postos para elétricos até o fim de 2023. O foco será em rodovias, onde 50 dos 70 eletropostos de carga rápida deverão ser instalados em sete estados do sudeste e sul do Brasil. As outras 20 estruturas serão alocadas em regiões urbanas.

Em entrevista para a Reuters, o presidente da Vibra, Wilson Ferreira Júnior, afirmou que a energia elétrica que abastecerá os eletropostos será distribuída pela Comerc, comercializadora de fontes renováveis da qual a Vibra detém o co-controle. Ele ainda destacou as vantagens que o consumidor terá no bolso:

“Por ser uma grande comercializadora, ela é capaz de colocar a energia de forma mais barata do que a tarifa regulada. Terá essa vantagem também, é um preço menor do que carregar na sua casa, onde você paga uma tarifa mais cara”.

Veja Também: Veículos elétricos na cidade

Por Daniel Santana com informações do Jornal do Carro, da Revista Quatro Rodas, da Shell/Raízen, da Vibra Energia e da InvestNews

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui