Scania apresenta sua nova linha de ônibus com a tecnologia Euro 6

Scania apresenta sua nova geração de ônibus com a tecnologia Euro 6
Divulgação: Scania

Na última sexta-feira (22), a Scania apresentou a sua nova linha de ônibus rodoviários e urbanos, já atendendo as regras de redução de emissões que entrarão em vigor em janeiro de 2023, com o Proconve P8, o Euro 6. A montadora divulgou detalhes dos seus novos ônibus e revelou as expectativas para o segundo semestre de 2022.

Inserção ao Proconve P8

O grande destaque da Nova Linha K de Ônibus da Scania foi o desenvolvimento dos veículos com a tecnologia para atender aos requisitos obrigatórios de metas de controle de emissões da fase P8 do Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores, o Proconve, equivalente à lei europeia Euro 6. Vale lembrar que as mudanças referentes ao Proconve P8, atendem a Resolução Conama 490/2018.

Celso Mendonça, gerente de Vendas de Soluções de Mobilidade da Scania no Brasil, destacou a importância dos ônibus da nova linha chegarem ao mercado com a nova tecnologia, visando maior sustentabilidade e alívio ao bolso dos condutores:

“Nosso lançamento vai atender as normas de redução de emissões, aumentar a segurança e o conforto e ainda economizar mais combustível colocando mais dinheiro no bolso do operador, tanto do segmento rodoviário quanto do urbano.”

Os modelos da nova linha

Linha rodoviária: 

Linha rodoviária da Linha K da Scania
Divulgação: Scania
  • K 280 4×2; K340 4×2; K 320 C 4×2; K 370 C 4×2 e 6×2; K 410 6×2; K 450 8×2 e K 500 8×2.

Linha urbana: 

Linha urbana da Linha K da Scania
Divulgação: Scania
  • K 280 4×2, K 320 6×2/2 e K 320 6×24 (Com motores a diesel e HVO);
  • K 280 4×2, K 340 6×2/2 e K 340 6×24 (com motores a GNV e/ou biometano).

A Scania traz chassis de configurações de rodas 4×2, 6×2 e 8×2 (linha rodoviária) e 4×2, 6×2*4 e 6×2/2 (linha urbana). As motorizações, que podem ser abastecidas com diesel, HVO ou biodiesel, são de 9 e 13 litros, de 5 e 6 cilindros, trazem novas potências de 320, 370, 410, 450 e 500 cavalos (rodoviários) e de 280 e 320cv, para os urbanos. Também há as opções de 280cv e agora de 340cv (antes era de 320cv) nas pioneiras versões movidas a gás (natural e/ou biometano). Os torques variam de 1.350Nm a 2.550Nm.

Para uma maior viabilização dos ônibus a gás, não serão necessárias alterações significativas nos projetos das carrocerias. As instalações dos cilindros de gás podem ser feitas entre as longarinas do chassi (abaixo do assoalho) ou sobre o teto. Caso seja necessária uma autonomia maior, é possível avaliar a colocação de mais cilindros.

As novidades dos ônibus

Segundo informações divulgadas pela montadora, as principais novidades da Nova Geração de ônibus da Série K Scania são: 

  • Os motores com sistema de injeção múltipla XPI e lay shaft brake (troca de marchas 45% mais rápidas);
  • Evolução do sistema de segurança ADAS e novos sensores (alertas de ponto cego e de pedestres);
  • Novas atualizações das caixas de câmbio Scania Opticruise (rodoviários) e ZF EcoLife 2 (urbanos);
  • Um chassi mais leve;
  • Novo eixo traseiro direcional do urbano de 15 metros com sistema eletro-hidráulico, rodoviário 8×2 com 500cv e área do motorista redesenhada e aprimorada (painel, volante e pedais).

Motorização

Os motores Scania Proconve P8/Euro 6 desenvolvem torques altos e pretendem propiciar um aumento da eficiência energética em relação à geração atual, P7/Euro 5. O motor de 9 litros possui 5 cilindros e promete proporcionar máxima potência e maior capacidade de carga com um menor consumo de combustível. O bloco 13 litros, de 6 cilindros, segue a filosofia Scania de baixa rotação e alto torque, ideal para operações de longas distâncias.

O sistema de tratamento de gases permanece o SCR (Selective Catalytic Reduction ou Redução Catalítica Seletiva), com o uso do reagente ARLA 32, e que passa a ter um filtro de particulado para atender a lei Conama P8.

Caixa de Câmbio

Para a linha rodoviária, a caixa de transmissão automatizada Scania Opticruise ganhou uma atualização do software e elevou em 1% sua economia de combustível. Outra novidade é o Opticruise com o lay shaft brake, um sistema de freio no eixo secundário da caixa que torna as trocas de marchas 45% mais rápidas e suaves e aumenta consideravelmente a resposta do motor.

Na gama urbana, a caixa automática ZF EcoLife 2 chega prometendo até 3% de economia de combustível. O novo câmbio tem a função “Start/Stop” (Liga/Desliga) e desgaste reduzido devido ao aperfeiçoamento do sistema de refrigeração. Para ambas as caixas de marchas existem três tipos de modos de condução: econômico, padrão e potência. Eles ajudam o motorista em diversos tipos de situações na viagem e devem ser acionados de acordo com a necessidade.

Cabine

Cabine
Divulgação: Scania

Para a Nova Geração de Ônibus, a Scania redesenhou totalmente a área do motorista, que vai encontrar um espaço ergonômico e confortável com todos os comandos integrados e posicionados de maneira estratégica nos novos volantes. Os pedais suspensos e o volante ajustável foram projetados para que a relação homem/máquina seja natural e agradável.

Serviços

Em relação aos serviços, a montadora apresenta as manutenções com planos flexíveis (podendo proporcionar maior redução no custo de reparos em até 25%), o Control Tower (com até 30% de diminuição no tempo de parada) e o Scania Zone (oferecendo um monitoramento mais personalizado da frota e que permite controlar a média de velocidade em trechos críticos).

Quando os ônibus estarão disponíveis para aquisição?

A Scania ainda não divulgou datas sobre o período de abertura de compras, mas divulgou que os primeiros modelos irão começar a ser produzidos e entregues a partir de janeiro de 2023. Segundo Celso Mendonça, a nova geração de ônibus da montadora oferecerá um custo total de operação “imbatível” aos seus clientes:

“A nova linha chegará com soluções completas de produtos e serviços para resolver as diferentes necessidades dos clientes. Aliando a correta especificação do produto, conectividade, treinamento dos motoristas e manutenção adequada. Ou seja, a Nova Geração de ônibus vai oferecer um custo total de operação imbatível.”

Expectativa da Scania para o segundo semestre

A montadora sueca espera que 2022 seja o melhor ano de serviços da sua história no Brasil, atingindo os resultados esperados, dentre os quais está o acréscimo de 20% no portfólio (carteira de planos ativos) e recorde nas vendas do Programa de Manutenção Scania (PMS). Além disso, a Scania espera uma alta de 20% nos veículos conectados (chegando a 65 mil, entre caminhões e ônibus). Atualmente, a marca possui cerca de 2 mil ônibus conectados.

Scania 65 Anos

Scania completa 65 anos no Brasil lançando caminhão exclusivo
Divulgação: Scania

No dia 2 de julho, a Scania completou 65 anos no Brasil. E como parte das ações festivas promovidas pela montadora sueca, chegou ao mercado a Edição Comemorativa de 65 anos no país.

A Edição Comemorativa de 65 anos de Brasil está disponível nos modelos pesados RH 450 4×2 e 6×2, de 450 cavalos de potência, e RH 540 6×4, de 540 cavalos. Os motores de ambos são de 13 litros Euro 5 que desenvolvem torques respectivos de 2.350Nm entre 1.000-1.300 rpm e de 2.700Nm entre 1.000-1.350 rpm.

E para conhecer o caminhão de aniversário da marca, Pedro Trucão foi até a fábrica da Scania conhecer melhor o veículo. Confira um pouco da história da montadora no Brasil e veja mais detalhes do veículo no vídeo abaixo:

Veja Também: Nova Linha de Ônibus Scania – Papo de Boleia

Por Daniel Santana com informações da Assessoria Scania

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui