quinta-feira, abril 18, 2024

Semirreboque com placas solares começa operar

A Randon mostrou na Fenatran, em 2022, um semirreboque repleto de placas solares. Destinado ao transporte de cargas frias, com potência instalada de até 15KW, a unidade propõe o menor uso do motor a diesel para refrigerar a carga.

Leia mais sobre a inovação apresentada: Confira os principais lançamentos em Implementos da Fenatran 2022

Agora, praticamente dois anos após a apresentação conceitual, a carreta está rodando com os painéis fotovoltaicos na Transportes Tozzi, de Chapecó (SC), empresa especializada na distribuição de alimentos.

O projeto busca viabilizar comercialmente semirreboque frigorífico alimentado por energia solar, em substituição ao sistema convencional que usa o diesel para manter o compartimento de carga resfriado.

Único na América Latina, o teto do implemento é forrado com placas fotovoltaicas que absorvem e transformam a luz solar em energia elétrica para acionar um aparelho de refrigeração.

Leia mais: Daimler Truck confirma primeiras entregas da Rizon na Califórnia

A potência pode chegar a até 15 kW, com possibilidade de geração de uma energia anual de até 12 mil kW. Resumindo, uma autonomia em torno de 22 horas para cargas refrigeradas e de até 5 horas para cargas congeladas.

Segundo a Randon, o sistema emite menos ruído e proporciona economia de até 1,8 mil litros de diesel por ano.

Veja o que a Randon fala sobre o semirreboque solar

“A experiência vivenciada, consolidando parâmetros técnicos necessários, é mais um passo na jornada de evolução de tecnologia, amplamente testada nos ambientes controlados dos nossos laboratórios de engenharia”, resume Sandro Trentin, COO da Randon. “Acreditamos muito no potencial desta tecnologia única, que possibilita uma operação mais sustentável, segura e silenciosa.”

O semirreboque Randon Solar foi desenvolvido junto do Instituto Hercílio Randon (IHR) e do Centro Tecnológico Randon (CTR). A tecnologia também é compatível com as aplicações de inteligência embarcada da solução Randon Smart e com o sistema de tração auxiliar elétrico e-Sys.

Caminhão tem placa solar

O calorão está demais, não é gente? E como tocar o cargueiro numa boleia arejada, sem depender tanto da bateria? Pedro Trucão bateu um papo com um parceiro, que além de caminhoneiro é pardal do trecho. Ele instalou uma placa solar na traseira da cabine e com isso diminuiu seus custos. Será que ficou caro? Confira na reportagem.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados