quarta-feira, julho 17, 2024

Ford inicia as vendas da Transit Automática no mercado brasileiro

A Ford dá início neste mês às vendas da Transit Automática. O modelo chega para dar sequência à expansão do portfólio de produtos da Ford Pro, nova estrutura da Divisão de Veículos Comerciais da marca, ampliando a oferta da linha que incluirá, no futuro, a Transit Chassi e a E-Transit 100% elétrica.

Em novembro de 2022, já havíamos adiantado aqui no Pé Na Estrada sobre os novos modelos da Transit, inclusive a automática da Transit e quando ela chegaria ao mercado brasileiro.

A versão automática da Transit

A versão automática da Transit
Divulgação: Ford

A Transit Automática chega nas versões minibus, com capacidade para 15 ou 18 passageiros e vidrada, e furgão longo com teto alto (L3H3), com capacidade de 12,4 m3. A transmissão de dez marchas, com conversor de torque, busca oferecer ao condutor uma direção mais eficiente e confortável que contribui para diminuir o custo total de operação. Associada com o sistema start-stop e os três modos de condução (exclusivos na categoria), mais a tração traseira.  

Segundo a Ford, a versão tem um menor desgaste de peças e componentes, o que deverá aumentar a durabilidade do trem de força, reduzir a frequência de manutenção e os riscos de paradas imprevistas.

“A Transit Automática é mais um avanço e pioneirismo da linha, um produto esperado há muito tempo pelos clientes do segmento comercial e totalmente desenvolvido com foco na sua produtividade […] Além de reduzir a fadiga e a distração do motorista, ela tem um padrão de eficiência, economia e durabilidade que favorece o tempo de atividade e o custo total de operação do veículo.” afirma Guillermo Lastra, diretor de Veículos Comerciais da Ford América do Sul.

  • Transmissão e motor

Transmissão e motor
Divulgação: Ford

A transmissão automática da Transit utiliza uma programação adaptativa de mudança em tempo real, que seleciona a marcha ideal para otimizar o desempenho e a economia de combustível em cada cenário de direção. Aliado ao motor 2.0 EcoBlue diesel, com 165 cv e torque de 39,7 kgfm, o veículo garante maior força em aclives, segurança em declives e ultrapassagens, assim melhorando a dirigibilidade.

Entre outros avanços, esse motor conta com turbo de geometria variável que entrega performance em todas as faixas de rotação e níveis de atrito extremamente baixos, incluindo correia banhada em óleo para redução do desgaste e melhoria do conforto acústico.

Num cálculo aproximado, um motorista profissional faz mais de 750 mil trocas de marcha por ano em um veículo com câmbio manual. A nova transmissão automática busca eliminar esse esforço e aumentar o conforto do condutor que passa longos períodos no volante, com partidas e acelerações escalonadas, sem vibrações e asperezas.

  • Manutenção

A montadora estadunidense aponta que a “manutenção mais econômica” é outra vantagem da Transit Automática. Por não exigir a troca do kit de embreagem, ela reduz o número de paradas para serviço e tem um custo de manutenção do sistema da transmissão cerca de 70% menor. 

A Ford ainda afirma que a durabilidade da nova transmissão foi comprovada em mais de 6 milhões de km de testes, equipando picapes e vans comerciais da Ford nos mercados mais exigentes do mundo. Ela também foi validada para as condições brasileiras no Centro de Desenvolvimento e Tecnologia de Tatuí, em um programa que incluiu 3.000 horas de testes de calibração em dinamômetro e rodagens, e em condições reais de uso.

  • Equipamentos de série

Equipamentos de série
Divulgação: Ford

Em relação aos equipamentos de série, a Transit Automática é atualmente a única com auto start-stop, três modos de condução e modem de conectividade de fábrica, integrado à arquitetura elétrica do veículo, que permite receber alertas preventivos, agilizar o atendimento em caso de assistência, gerar relatórios com indicadores para o negócio, localizar o veículo e agendar e acompanhar serviços online.

O veículo também conta com controle eletrônico de estabilidade e anticapotamento de série, controle de carga adaptativo, estabilização de vento lateral e assistente de partida em rampa (Sistema AdvanceTrac), computador de bordo com tela de 2,3”, multimídia SYNC Move com tela de 8”, Android Auto e Apple CarPlay e câmera de ré com sensor de estacionamento.

O volante multifuncional com raio de giro, o isolamento acústico aprimorado e a segurança com nota máxima do EuroNCAP são outros diferenciais. A versão minibus também é a única da categoria com assistência autônoma de frenagem com detecção de pedestres, assistente de permanência em faixa, piloto automático adaptativo, estribo lateral elétrico e cintos de segurança de três pontos em todos os bancos de série.

  • Preço

A Transit Automática chega com preço posicionado na mesma faixa da sua principal concorrente com transmissão manual. Os preços vão a partir de R$298.200 na versão minibus vidrada e de R$274.500 na versão furgão.

Veja Também: Ford lançará veículos elétricos em 2023 e espera crescimento acima do mercado

Por Daniel Santana com informações da Assessoria Ford

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados