quinta-feira, julho 18, 2024

Iveco lança programa sustentável focado no transporte brasileiro

A Iveco lançou um programa sustentável, o Brasil Natural Power, uma iniciativa focada nas necessidades operacionais do transporte brasileiro. O programa inclui o desenvolvimento de um ecossistema estruturado e na produção de veículos de carga e passageiros movidos a combustíveis alternativos. 

O projeto recebeu um subsídio de R$ 60 milhões e começará com a infraestrutura para veículos movidos a combustíveis fósseis, GNV (Gás Natural Veicular) e biometano. Durante a Lat.Bus 2022, a empresa anunciou a homologação de uma concessionária em Ribeirão Pires, São Paulo, além do investimento em mais três em outras regiões do Brasil. Isso para atender a demanda de um modelo de ônibus à GNV e biometano que lançou na feira. 

Como funcionará o programa sustentável da Iveco?

A montadora pretende promover a venda assistida de 20 unidades do seu cavalo mecânico 6X2, o Hi-Way NG 6X2 600S46T. O modelo demandou 70 mil horas de desenvolvimento e, segundo a fabricante, tem a melhor relação potência/economia do segmento. O modelo tem um motor do tipo Cursor 13 e possui uma potência de 460 cv. Dentre suas características:

  • Seis cilindros de gás, que confere autonomia de até 550 quilômetros;
  • Motor adaptado ao EURO 6;
  • Peso Bruto Total Combinado de 53 toneladas 
  • Configurações aplicadas para a realidade brasileira;
  • Redução de até 95% na emissão de CO2 e material particulado;
  • Redução da poluição sonora.

Parcerias para o Brasil Natural Power

A operacionalização do programa da Iveco será em parceria com um grupo econômico no setor de terceirização de frotas e as operações serão monitoradas em grandes transportadoras do Brasil até 2023. Já expansão da infraestrutura do gás natural em território brasileiro será mediada pela ABEGÁS (Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado).

Por isso, além da montadora e transportadoras, outras empresas participarão a fim de garantir a rede de apoio e abastecimento. A ZF responsável pela produção da transmissão que equipa os caminhões; e a Bosh responsável por reunir dados de operações reais monitoradas, com a intenção de implementar melhorias na produção junto as montadoras; 

“Mais do que o lançamento de um produto, a Iveco está criando um programa estruturado, com parceiros estratégicos em vários setores para viabilizar a propulsão alternativa para os transportadores brasileiros”, completa Bernardo Brandão, diretor de Marketing e de Portfólio de Produto da Iveco para a América Latina. 

A montadora já tem atuado com produtos movidos à GNV e biometano na Europa e em países da América Latina. Com relação ao Brasil, a ideia do programa é começar com esses combustíveis. De acordo com Brandão, outras opções de propulsão já estão sendo analisadas para o futuro. 

Assista também: Combustível de fonte renovável

Por Jacqueline Maria da Silva com informações do release da IVECO Bus

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados