segunda-feira, junho 24, 2024

Panes nos veículos: Como o problema afeta a segurança dos condutores nas rodovias?

Existem problemas que podem ser minimizados ou até mesmo evitados quando o assunto são as panes nos veículos. Por isso, é importante que o condutor esteja atento a possíveis problemas no seu carro ou caminhão quando for programar sua viagem.

Mas você sabe como uma pane acaba afetando a segurança de quem trafega pelas rodovias? O que fazer quando ocorrer uma pane?

Tipos de Panes

Existem vários tipos de panes que podem ocorrer em um veículo. Portanto, o condutor deve estar sempre atento aos sinais do veículo e, assim que perceber uma falha no funcionamento, tomar medidas de segurança para evitar provocar um acidente. Entre os principais tipos estão:

  • Pane seca: acontece quando o veículo para de funcionar por falta de combustível. Esta pane é passível de multa. De acordo com o CTB, o Código de Trânsito Brasileiro, é uma infração média e gera multa de R$ 130,16, além de quatro pontos na carteira;
  • Pane elétrica: ocorre quando há uma falha no sistema elétrico do carro que o faz parar de funcionar repentinamente;
  • Pane mecânica: quando o automóvel apresenta mau funcionamento do motor ou de outros componentes mecânicos.

Registros de panes nas rodovias paulistas

De acordo com a Artesp, a Agência de Transporte do Estado de São Paulo, no primeiro semestre de 2022, foram realizados mais de 299 mil atendimentos em casos de pane nas rodovias do Estado. Já no mesmo período deste ano, foram registrados mais de 295 mil atendimentos, uma queda de 1,3%, em comparação com o ano passado.

Os casos de pane mecânica tiveram um aumento de pouco mais de 2% em comparação ao ano passado, com mais de 257 mil atendimentos em 2023 e mais de 251 mil em 2022.

Já os casos de pane elétrica e seca apresentaram queda. Foram registradas mais de 22 mil ocorrências de pane seca neste ano e mais de 31 mil no mesmo período do ano passado, uma redução de 26,7%. Em relação à pane elétrica, foram mais de 15 mil ocorrências atendidas em 2023, 8% a menos que o ano passado, quando foram realizados mais de 16 mil atendimentos.

O que fazer quando o veículo tem uma pane?

  • Se possível, vá para o acostamento ou mude para a faixa da direita;
  • Ligue o pisca alerta;
  • Coloque o triângulo a pelo menos 30 metros do veículo (para que haja distância segura em relação aos demais veículos). Uma dica para aumentar a segurança é colocar o triângulo a uma distância correspondente à velocidade da via. Por exemplo, se a velocidade é de 80 Km/h, o triângulo deve ser colocado a 80 metros do veículo. Caso a velocidade seja de 100 Km/h, coloque o triângulo a 100 metros;
  • Caso haja uma curva e você não terminou a contagem de passos, caminhe até o final dela e reinicie os passos. E em caso de chuva, neblina ou cerração, dobre a distância;
  • Não fique no veículo à espera de socorro. Aguarde uma brecha segura entre os veículos para atravessar e se dirija a um local seguro, como, por exemplo, atrás da defensa metálica ou barreira de concreto ou o mais longe possível da faixa de tráfego;
  • Acione a empresa que fará o reboque ou entre em contato com a concessionária por meio dos telefones de emergência (callbox), WhatsApp ou telefones 0800 solicitando auxílio;
  • Se o carro parar na faixa do meio, não se deve tentar empurrá-lo. Ligue o pisca alerta, espere uma brecha no trânsito e saia com cuidado do veículo, tente posicionar o triângulo, e se dirija a um local seguro.

Veja Também: Uso irregular de acostamentos aumenta riscos aos condutores nas estradas

Faça revisões constantes no veículo

As panes podem ser evitadas com a revisão do carro e uma boa inspeção. Você já viu aqui no Pé Na Estrada a importância que há na realização de manutenções no caminhão. Uma delas é a preventiva, que é realizada para impedir a aparição de problemas, evitando percalços como acidentes, multas indesejadas, atrasos em entregas, além de manter o alto desempenho do caminhão.

Clique no vídeo abaixo e acompanhe o bate-papo com um parceiro que está há 40 anos na estrada. Ele, que dirige um Mercedes-Benz do ano de 1965, falou sobre a importância de manter a manutenção preventiva do caminhão em dia, especialmente dos mais antigos.

Em suma, procure um mecânico para fazer uma revisão geral no automóvel antes de pegar a estrada. Manter a manutenção do veículo em dia também ajuda a evitar problemas na estrada. Ter cuidado com o carro é fundamental para preservar a segurança de todos na rodovia.

Veja também: Como ser caminhoneiro? Passo a passo para quem está começando

Por Daniel Santana com informações da Artesp

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados