quinta-feira, abril 18, 2024

Versão elétrica da Ford Transit chassi-cabine chega ao Brasil

A Ford tem investido forte em aumentar seu portfólio de veículos comerciais leves no Brasil. Nessa tocada, lançou a E-Transit, versão elétrica da Transit, furgão em novembro de 2022. Em setembro de 2023 lançou a Transit chassi-cabine a diesel. Agora, a marca une as duas e traz para o Brasil a versão elétrica da Ford Transit chassi-cabine. Esse é o primeiro modelo de chassi-cabine elétrico que chega ao Brasil para o segmento de até 5 toneladas.

Informações técnicas

A E-Transit chassi-cabine chega homologada para dois PBTs, 3,5 e 4,2 toneladas, assim como a versão a combustão. E tanto a versão furgão quanto a versão chassi-cabine são equipadas com motor elétrico de 198 kW, o equivalente a 269 cavalos.

O torque é de 430 Nm, com uma grande diferença em relação aos modelos a diesel, esse torque já está disponível desde o primeiro segundo da operação. Ou seja, não há a necessidade de subir giro até um determinado valor para conseguir o torque máximo. A tração é traseira.

No quesito capacidade de carga, a Transit elétrica chassi-cabine pode levar até 21m3. Quanto ao peso, a versão 3,5t leva até 1.300kg, enquanto a versão 4,2t, 2.100kg. Embora a bateria seja um componente pesado, a eliminação de outras muitas peças, já que a mecânica do elétrico é mais simples, fez com que a versão elétrica perdesse apenas 100kg em relação à versão a combustão, que leva 1.400kg para o modelo de 3,5t. Não é possível comparar o outro modelo porque a versão elétrica é 4,2t enquanto o modelo a diesel é para 4,7t.

O carregador é do Tipo 2 e permite carregamento em corrente contínua (115kW) em até 35 minutos e em corrente alternada (até 11,5kM) em até 8 horas.

A autonomia da E-Transit chassi é de máximo 317km e média de 250km.

A garantia do veículo é de 100.000km e a da bateria é de 160.000km ou oito anos.

Versão elétrica da Ford Transit chassi-cabine chega ao Brasil
Foto: Ford Motor Company / Ford Transit chassi-cabine elétrica

Preço

A E-Transit chassi tem um valor inicial de R$ 542 mil para a versão 3,5t e R$ 562 mil para a 4,2t. Esse preço já mostra uma queda na relação elétrico x combustão. Isso porque a versão 3,5t da Transit chassi a diesel gira em torno de R$ 250 mil. Ou seja, a versão elétrica é um pouco mais que o dobro.

Há dois ou três anos, as versões elétricas costumavam ser 3x o custo da tradicional. Sendo assim, percebemos que o aumento de escala já está fazendo diferença para baixar o preço do veículo elétrico. Além disso, o custo de manutenção de um veículo elétrico é significativamente menor, no caso da E-Transit, a Ford calcula que seja 40% mais baixo. Ou seja, a cada R$ 100 gastos em manutenção da versão a diesel, a elétrica só gastaria R$ 60. Com isso, a Ford calcula que a diferença no valor inicial de compra se pague após quatro ou cinco anos de uso.

Valor de revenda

O valor de revenda também é uma preocupação. Para vice-presidente da Ford América Latina, Rogelio Golfarb, esse valor está altamente ligado à bateria. Isso porque o restante de um veículo elétrico é mais simples e dá menos manutenção que um veículo a combustão, ou seja, faria sentido ter um valor de revenda maior que os modelos tradicionais.

Quanto a isso, ele entende que, a medida que aumenta o número de veículos elétricos, aumentam também as opções de reciclagem e a bateria vai ficando mais barata. Isso deve melhorar o valor de revenda nos próximos anos.

Golfarb também acredita que, neste primeiro momento, grandes empresas e governos devem aderir aos veículos elétricos, sendo que as empresas médias e pequenas devem chegar mais pro futuro.

Fabricação e venda

A Ford fabrica a E-Transit nos EUA e na Turquia. Os modelos comercializados no Brasil devem ser importados da planta turca. A montadora fez um programa teste com clientes antes de abrir as vendas ao mercado. Por conta disso, um cliente já fez a primeira compra, de 300 unidades da E-Transit, que devem começar a ser entregue no final de março, quando começa também a venda para o mercado.

Por Paula Toco

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Inscreva-se nos nossos informativos

Você pode gostar
posts relacionados