Queda nas vendas de caminhões marcam o mês de janeiro

Queda nas vendas de caminhões marcam o mês de janeiro
Queda nas vendas de caminhões marcam o mês de janeiro. Imagem: PNE

Nos últimos dias, Fenabrave e Anfavea divulgaram balanços referentes ao desempenho da indústria automobilística em janeiro. Foi possível notar uma forte queda nas vendas de caminhões no primeiro mês do ano, se comparado a dezembro de 2021.

Nesse sentido, questões como a recorrente queda de vendas entre dezembro e janeiro, os efeitos da variante ômicron e a falta de semicondutores, foram alguns dos motivos apontados para explicar o desempenho ruim no mês.

Em relação aos emplacamentos, a VW MAN iniciou 2022 na liderança de vendas com 2.345 veículos comercializados, obtendo 27,53% de participação nas aquisições de caminhões em janeiro.

Os números de caminhões e ônibus:

  • Mercado Interno (Jan/2022):

Mercado Interno (Jan/2022)
Divulgação: Anfavea

De acordo com os números da Anfavea, a venda de caminhões teve queda entre dezembro de 2021 e janeiro de 2022. Com 8,7 mil unidades comercializadas, houve uma baixa de 26,8% na comparação entre os dois meses. Em contrapartida, na análise com janeiro de 2021, foi notável uma alta de 15,5% no número de vendas.

Já em relação aos ônibus, também é possível observar uma forte queda de 11,6% na análise dos últimos dois meses. Mas, no comparativo com janeiro do ano passado, houve uma ligeira alta de 1%.

  • Mercado Interno (Acumulados):

Mercado Interno (Acumulados)
Divulgação: Anfavea

Sobre o acumulado do ano, o segmento de caminhões apresenta elevação de 15,5% em relação a 2021, com 8,7 mil unidades comercializadas. Logo, foram 1,2 mil vendas a mais do que em janeiro do ano passado.

Na análise de vendas dos ônibus, foi possível notar uma estabilização no número de vendas se comparado a 2021, com mil veículos comercializados.

  • Produção (Jan/2022):

Produção (Jan/2022)
Divulgação: Anfavea

Em relação à produção, foi possível notar os efeitos da crise e dos baixos números que são tendência no primeiro mês do ano. Segundo a Anfavea, houve queda de 23,7% entre dezembro e janeiro na fabricação de caminhões. Em relação ao mês em 2021, é possível observar uma alta de 7,5%.

Entre o segmento de ônibus, é possível observar queda na comparação entre os últimos dois meses, com baixa de 7,3% na produção de veículos. Além disso, tratando-se da análise entre janeiro de 2021 e janeiro de 2022, também foi apontada queda de 7,8% nas fábricas.

  • Produção (Acumulados):

Produção (Acumulados)
Divulgação: Anfavea

Por fim, em relação aos acumulados, foi observada alta de 7,5% entre os caminhões com a fabricação de 700 unidades a mais do que no mesmo período de 2021.

Em contrapartida, nota-se queda na fabricação de ônibus na comparação entre 2021 e 2022, sendo constatada uma baixa de 7,8% na produção.

  • Licenciamento de Veículos (Novas tecnologias de propulsão):

Licenciamento de Veículos (Novas tecnologias de propulsão)
Divulgação: Anfavea/Renavam

Já em relação ao licenciamento de caminhões e ônibus movidos a gás e eletricidade, houve alta de 0,8% nas vendas em janeiro. Ao todo, foram 77 aquisições, sendo 14 de veículos a gás e 63 de elétricos.

Os caminhões mais vendidos em janeiro

o pesado FH 540 foi novamente o caminhão mais vendido do Brasil, com 8.935 unidades emplacadas.
Imagem: Volvo

De acordo com a Fenabrave, o caminhão mais vendido do mês foi o Volvo FH 540, com 776 comercializações em janeiro. Mesmo no topo, houve queda nas vendas do pesado da montadora sueca ao compararmos com dezembro. No último mês de 2021, foram 990 aquisições do veículo.

Na segunda posição também temos um pesado entre os mais vendidos, no caso, o DAF XF. O veículo contou com 499 vendas em janeiro, sete unidades a menos do que no mês anterior.

Por fim, fechando o Top 3 de emplacamentos, chega o VW/MAN 11.180. O médio da montadora alemã fechou o primeiro mês do ano com 393 vendas, sendo o líder no segmento.

  • Pesados

Os já citados Volvo FH 540 e o DAF XF, continuam no topo dos caminhões com maior comercialização em relação aos pesados, mesmo com queda se comparado ao mês de dezembro. Além disso, a Volvo aparece duas vezes no sub-segmento, colocando o FH 460 no terceiro lugar na lista dos mais vendidos com 310 unidades.

Vale destacar que a montadora sueca lidera, até o momento, o número de emplacamentos entre os pesados com 1.086 vendas.

Pesados
Divulgação: Fenabrave
  • Semipesados

Entre os semipesados, chama atenção a queda nas vendas em todo o top 10 de veículos da lista, se comparado a dezembro de 2021. Apesar disso, a Volvo segue no topo do sub-segmento com o VM 270, que obteve 298 vendas no mês. Na sequência, chega o VW/MAN 24.280, com 233 comercializações, e o Mercedes-Benz Atego 2426, que teve 216 unidades emplacadas.

Em relação à Volkswagen, a montadora possui o maior número de vendas entre os semipesados em janeiro, com 645 vendas em janeiro.

Semipesados
Divulgação: Fenabrave
  • Médios

Assim como nos semipesados, a Volkswagen/MAN também obteve um certo domínio com quatro caminhões no top 10 dos veículos mais vendidos no sub-segmento dos médios. Nesse sentido, a montadora alemã obteve 519 emplacamentos com seus quatro médios, sendo o 11.180 o mais emplacado do mês com 393 unidades comercializadas no país.

Além disso, vale destacar também o VW/MAN E-Delivery, que teve alta nas vendas se comparado a dezembro. Logo, o veículo fechou janeiro com 19 emplacamentos a mais que no mês anterior. 

Médios
Divulgação: Fenabrave
  • Leves

Mesmo com uma queda nas vendas no sub-segmento, o Acello 1.016 da Mercedes-Benz seguiu na liderança entre os leves, com 291 comercializações em janeiro. Além disso, a montadora também foi líder de emplacamentos na categoria com 467 unidades emplacadas no mês.

Leves
Divulgação: Fenabrave
  • Semileves

Em relação aos semileves, mesmo com baixa no número de vendas, a Sprinter 416 da Mercedes-Benz segue absoluta na categoria, com 163 unidades comercializadas no mês. Além disso, a montadora alemã continuou no topo do sub-segmento com 228 furgões vendidos em janeiro.

Semileves
Divulgação: Fenabrave

Número de caminhões mais vendidos por montadoras

O primeiro balanço de vendas da Fenabrave aponta que a Volkswagen/MAN teve o maior número de caminhões comercializados no mês, com 2.345 unidades vendidas, mantendo-se mais um mês na liderança. Por fim, fechando o top 3, aparecem Mercedes-Benz e Volvo com 2.309 e 1.726 veículos, respectivamente.

Número de caminhões mais vendidos por montadoras
Divulgação: Fenabrave

Veja Também: Anfavea destaca alta nas vendas de caminhões no acumulado do ano e crise global de semicondutores

Por Daniel Santana com informações da Anfavea, Renavam e Fenabrave

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui